quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Desista de mim e me esqueça na escuridão mais uma vez!

Desista de mim e me esqueça na escuridão mais uma vez!
Desista de mim e me ignore como das outras vezes, minta, finja que gosta de mim.
Não acredite na minha humanidade, não valorize o que eu sou! Porque eu sou a terra batida, a poeira que voa com o vento, na verdade não sou nada disso, sou apenas um pobre diabo fantasiando.

Desista de mim e me esqueça, me maltrate com o seu desprezo.
faça- me feridas com o teu escárnio, zombe do que eu sou e de quem eu sou.
Não me tire o sentido do meu existir, não ignore o fato maior da minha existencia.
Aberrações serão sempre monstruosidades. Um frankstein, escondido nas geleiras dos corações "humanos"
Então desista de mim e me esqueça, desista de mim e me abondone, desista de mim e me ignore
pois eu serei apenas uma mancha microscopica em sua mémoria, que quisera eu pudesse apagar para sempre!

Nenhum comentário: