terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

amor-amizade

É o teu riso que me alegra
tua companhia sagrada ilumina o meu dia.
quero a tua companhia e não te possuir
porque a posse coloca hierarquia entre nós.

te amo e preciso de ti como a sombra precisa da luz para existir.
sua existência me faz sentir que sou renovado que posso esperar um tempo novo.
sua inocência é a minha inocência diante de um mundo culpado e manchado pela culpa e pela vergonha.

te amo porque és igual a mim, te desejo para ser um contigo e o meu querer se resume apenas a passar o tempo ou a pará-lo junto de ti.
se possível sem gaiolas, sem algemas, sem acordos escritos.
o laço que nos une deve ser feito com o que vem do coração.
a forja do afeto e do bem querer é quem deve enformar a aliança do nosso amor.

E o nosso companheirismo, risonho de coisas simples, com soluções simples seja a taça transbordante da nossa felicidade.

Um comentário:

Daphne disse...

LINDOOOOOO!!!!adorei!!