segunda-feira, 6 de maio de 2013

Silêncio



A arte de escutar o silêncio é pouco cultivada
O silêncio fala, grita, afirma, nega.
O silêncio não diz nada ou tudo diz sem nada dizer.

Ouvir o silêncio é como ouvir um murmúrio
Mas não é como fazer leitura labial
Ah, teus olhos em silêncio podem me dizer mais que a tua boca.
Teus dedos nervosos, teus pés inquietos...
Ou mesmo tua indiferença, tua frieza... teu medo...
O silêncio é uma gritaria surda...
Um protesto relutante de quem não quer lutar ou que finge não querer lutar.

Meu silêncio é entrelinhas, pingo no “i” para quem saber ler.
Teu silêncio é incógnita, mistério, nebulosidade...
Meu silêncio é liberdade e o seu também.

Nenhum comentário: