quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Sinais de Amor

Quantos acenos silenciosos te fiz?
Quantos sinais de amor te enviei?
Entre imagens e mensagens
Imagens-mensagens, comunicação da minha alma a tua.

Quantos sinais silenciosos?
O desejo da minha mão de segurar a tua.
O olhar terno que quer te penetrar o íntimo.
Os versos que manifestam palavras não ditas.
Quantos sinais de amor te enviei?
No wi-fi do pensamento?
Na conexão malograda do meu desejo?

Escuta minha mensagem silenciosa.
Escuta meu coração te falando.
Escuta o que o meu afeto te fala.

Tantos sinais mudos
Tantos sinais que gritam
Sinais que dizem tudo sem falar nada.
Sinais que segredam o desejo.
Que atuam no mistério.
Do convite e da liberdade.
Do querer e da saudade.
Do sinais que se esvaziam,
Quando incompreendidos.


Brener Alexandre 28/12/2016

Nenhum comentário: