sexta-feira, 10 de julho de 2009

Eros

deus exigente que manda e desmanda nos nossos sentimentos
que nos tortura com seus caprichos
que nos fascina com a sua beleza
que nos seduz com seus prazeres
que nos convida a sorrir
que nos faz chorar
que tira nossa certeza
que nos enche de dúvida quando algo parece sério
que torna divertido nossos erros
é sonho acordado
é vígila no sonhos
é desejo
é afeto
é muitas coisas
é nada
é carência
é soberba
é estrofe única de poesia sem rima, sem métrica, sem palavras justapostas, apenas balbúcias de um poeta que chora sua irônica condição, infeliz sina de ser odiado pelo deus que tem por essência a união e não a discórdia. que é exatamente a doença que transforma o céu nublado em céu azul anil para aqueles que por ele são inspirados e tomados pelo seu espírito.
Meu céu é cinza por que não sou afetado pelo seu espírito eu gozo tragicamente de uma vida sem fantasias onde cada dura realidade é só dor!

Um comentário:

Eve disse...

Vc e sua eterna briga com Eros...