sábado, 12 de junho de 2010

Lipé II

O que é a dor? Penso tal como os estóicos, que a dor não é um mal, e minha inferência para tal, é justamente, porque a entendo como uma mensagem de que algo no meu corpo, ou na minha alma não vai bem. Hoje mais uma vez senti essa dor sem igual, por causa dessa singularidade que sinto diante dos outros, cada vez mais me sinto um alien, um estrangeiro,não partilho da língua, não há cultura semelhante, não há nada igual, é tudo diferente.. tudo outro, um grande outro, no qual não consigo adentrar.
Essa dor que berra na minha alma, e que não consigo apaziguar!
Esse sentimento de estranhamento existencial... me condenando a misantropia e antropofobia!
Eu conheço essa dor a tanto tempo e ela cada vez mais forte destrói minhas esperanças, por que não ter nada a que me apegar! nada e nem ninguém para recorrer..

O amor não existe, é ilusão advinda do desejo.
E não deixo de me esquecer dessas palavras proferidas por mim a tanto tempo atrás:"Não importa o quanto as pessoas desejam, ou se enganem, somos como as estrelas agrupadas em constelações, no entanto distantes umas das outras, milhares e milhares de quilometros de distância."
Só espero nao enlouquecer de dor...

Nenhum comentário: