segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Astrólogo (Astrônomo)

Um astrólogo sai todas as tardes como era seu costume para observar as estrelas.
E quando passava pelo subúrbio e estando com toda a sua atenção voltada para o céu caiu no poço.
Lamentando-se e gritando, alguém que passava ouviu seus gemidos, aproximou e compreendendo o que aconteceu disse para ele:
_ ó, amigo!Tu que se esforça em ver as coisas do céu, mas coisas sobre a terra não vês?

(Discurso de Esopo)

Nota explicativa: Astrólogo e astrônomo são sinônimo na antiguidade, embora o termo astronomia existisse usava-se Astrólogo como um genérico para o observador do céu.

3 comentários:

Daphne disse...

=]

Andréa disse...

Ótimo... faz pensar nosso foco não deve ser único.
Quando desperdiçamos nossa existência na observação de apenas uma coisa, deixamos de aproveitar e observar a diversidade e a beleza do que está a nossa volta, acho que era isto que o Esopo queria passar.
Ao olharmos muito de perto somente algo, perdemos a visão do todo.

Brener Alexandre disse...

Muito bem observado Andréa! concordo com você, voltar a atenção apenas para um problema reduz a nossa capacidade de resolvê-lo tbm. um dos grandes contrates que a vida nos impõe.