sábado, 5 de fevereiro de 2011

Para o Amor (Eis Erota)

Pois o delicado Amor
que surgindo com coroas repletas de flores,
quero cantar.

Assim como é senhor dos deuses
Assim também os mortais domina.

(Dos odes de Anacreontes)

Nenhum comentário: