sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Sobre a velhice

Amo a velhice alegre,
amo o jovem dançarino.

Pois, quando dança,
o velho é velho por causa de seus cabelos
pois o coração rejuvenece.

Dos Odes de Anacreontes.

Peço desculpas por eventuais erros na minha tradução, mas traduzir poemas é mais dificil que traduzir textos em prosa.

Nenhum comentário: