terça-feira, 13 de maio de 2014

Cura sui amor sui (Cuidado de si amor de si)



Me retirei no meu silêncio cura para a minha alma
Me retirei na vacuidade espelho para o meu ser.
Cuidado de mim, cuidado de ti.
Cultiva a solidão que é dela que brota o amor.

O homem é como uma planta precisa de ser cultivado
Cultivado no ócio da leitura
Cultivado no silêncio da noite escura.
Cuidado no retiro do espírito.

Quem cuida de si tem amor de si.
Quem cuida de si tem amor pelo outro.
A cura para a infelicidade é o cultivo do silêncio.
A felicidade modesta é a simplicidade da vida.
O amor de si é o amor que desejamos para o outro.

Foi me retirando da vida que nela entrei
Afastado dos outros descobri outro para os outros também serei.
Encontro solitário no silêncio barulhento da minha alma.
Disperso no mistério dos jardins do meu espírito.

A cura para a minha dor veio da amizade que tenho por mim
A felicidade acompanha quem convive consigo sem medo
A saúde me veio no silêncio dos meus olhos.

Brener Alexandre 10/05/2014

Nenhum comentário: