quarta-feira, 14 de maio de 2014

Draw game

No jogo do amor o empate é derrota
Quando se perde uma chance se perde a vitória.
O jogo do amor é um tabuleiro de xadrez.
Um vacilo, um descuido perdi a rainha outra vez.

Nesse jogo de xadrez a razão do coração é quem manda
Sacrifício que quer vitória, adversário que foge da derrota.
No jogo do amor o número de movimentos é limitado
Cuidado para onde foge, pois mais um pouco e ficarás encurralado.
Outro vacilo e outro descuido e o meu rei está perdido
Outra jogada errada assim sairás derrotada.

No jogo do amor o empate é derrota
Quando há impasse não há vitória.
Prendi o teu rei no castelo da covardia
Rei contra rei não ganha partida.

No jogo de xadrez o impasse é derrota
Ou será empate ou acabará em xeque-mate.
O jogo do amor é como um jogo de xadrez
Cada ação é movimento, é sacrifício, é escolha.
Cada jogada que se desenrola não aceita a derrota.

Um foge, outro ataca, um se esconde, o outro ameaça.
E o impasse da vontade vai nos levando a um empate.
Esse jogo do amor construído na liberdade
Leva os amantes orgulhosos a ceder o empate
Impasse no desejo, impasse na vontade

Dois amantes orgulhosos que no fundo são covardes.

Nenhum comentário: