segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Bela Vênus

Estrela matutina brilha antes do sol nascer.
Anunciando o novo dia que está para acontecer.
Uma deusa reluzente que possui fases como a lua.
Encanta quem lhe olha manifestada na aurora.

Estrela vespertina brilha antes de escurecer
Segue o sol devagarinho até desaparecer.
Divina e discreta brilha na linha do horizonte.
A deusa do amor que se coloca como ponte.

Entre tardes e manhãs
Entre escuridão e luz
Um trajeto do infinito
Se liga feito circulo
Limite dos destinos da estrada do zodíaco.

Bela Vênus deusa grega passeia na biga divina
Velando pelos mortais que seguem a sua sina.
Bela Vênus flor belíssima da abóboda celeste.
Faz o teu caminho leste-oeste.

Tua beleza, Vênus divina, toca o nosso intelecto.

De fato, deusa luminosa, tu és a flor mais bela do universo.

Nenhum comentário: