quinta-feira, 23 de março de 2017

Sonho agridoce

Sonhei com a beleza da nossa amizade
Sonhei com a fragilidade do meu amor
Você apareceu na cidade
E sua presença provocou-me uma dor.

Uma carona, e tua companhia.
Um sorriso que me tranquiliza.
Paz era o que eu sentia.

Sonhei com um futuro inexistente
Daqueles que brota no coração da gente.
Sonhei com a vida que a gente merecia
Juntos, amigos, amantes e nenhum de nós sofria.

Uma festa, e tua presença aguardada
Uma novidade, surpresa, alegria inesperada.
Paz é o nome dessa sensação bem-aventurada.

Sonhei, como a muito não sonhava
O sonho de um presente que você me dava.
Sonhei como a muito não sonhava
Um sono tranquilo em que você me visitava.

Um sonho agridoce
Choque de realidade
Salgado, amargo, suave
A lembrança, a ferida, e a saudade.


Brener Alexandre 23/03/2017

Nenhum comentário: