sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Metafísica do amor II

Teu sorriso é engano e tuas palavras subterfúgio da vontade...
Vontade é querência sem sim mal infinito, maldição e aflição do espírito...
Quero o que não posso ter, quem não posso querer, pela distância dos corações minha dor

a essência do amor é ilusão e mentira, saber que mesmo a mentira tem a sua dose de verdade,dose amarga, leva lágrimas aos olhos, seca a boca e me faz tremer.

Mentiras,ilusões, enganos e medos

te perdi e me perdi achei a verdade!
não.. encontrei mais uma ilusão para entreter meu coração...

Nenhum comentário: