terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Yume

O novo ciclo já começou e com ele projetos e desejos que muitos tentaram realizar ao longo dos 365 dias que se seguem após do último dia do mês de Dezembro.
Por isso resolvi escrever algo sobre o sonho (yume é sonho em japonês).
O sonho geralmente é a metáfora do irreal, da ilusão, da ficção. E quando empregado com estes sentidos sempre tristes e negativos refletem em parte a insatisfação do homem com a realidade. No entanto o sonho também tem traços de esperança, porque o sonho reflete os anseios que todo ser humano possui em seu íntimo. o sonho é inerente a existência humana o desejo otimista de um mundo melhor, o anseio de felicidade. nada disso é artificial mesmo quando percebemos a imparcialidade cruel do mundo, ao contrário é esta imparcialidade que nos faz desejar, lutar e acreditar sobretudo que sonho pode ser real.
o sonho existe para ser sonhado, mas não substitui a realidade, ele o complementa.o sonho é o salto que todos necessitamos dar para ver o horizonte. o sonho é impulso necessário para que possamos percorrer a realidade árida a qual nos deparamos
sonhar é é buscar algo para além do que os olhos vêem porque o sonho não pode ser visto com os olhos, mas é visto com a alma.

Nenhum comentário: