domingo, 1 de janeiro de 2012

Ano novo nada novo: mais do mesmo e problemas insolúveis.

É... pois é... entramos em 2012... muitas reticências e pouco o que dizer, meu balanço de 2011 é bom e sinceramente não sei o que esperar deste novo ano.
Diria que posso esperar os mesmos olhares tortos, as mesmas decepções,a mesma hipocrisia. mas quero esperar sucesso, projetos realizados e o direito de sonhar para ao menos me sentir mais humano.
Carrego cicatrizes demais e cada uma delas com suas histórias fizeram a minha história.
Para mim é sempre o mais do mesmo todo ano. os mesmos meses, os mesmos dias, as mesmas horas. o que muda? afinal o que é o movimento? os cristãos introduziram a noção de progresso, mas eu sempre retorno para o mesmo ponto... meu "eterno retorno" o seu "eterno retorno".
Meus problemas insolúveis, que as lembranças não dissolvem que a verdade não abranda e que a mentira não esconde.
O ano novo vem aí... e eu espero com ou sem reticências que seja bom, esperar não é ter certeza, mas é ao menos um ponto de partida para lutar pelo meu destino tecido por mim mesmo.

Nenhum comentário: