quinta-feira, 17 de abril de 2014

Pesadelo



Quisera eu que tudo o que tenho passado fosse um sonho.
Que eu pudesse acordar e saber que iria ver o teu sorriso e sentir o calor do teu abraço.
Quisera eu poder acordar desse sonho ruim, quisera eu conseguir respirar mais uma vez.

Esse pesadelo de olhos abertos que me faz tremer
Essas noites mal dormidas que aceleram o meu coração.
A falta de ar que sinto pela saudade que tenho de você.
As lágrimas que escorrem e que ninguém pode ver.

Queria que fosse só um pesadelo
Porque ao acordar eu sei que te veria, doce realidade.
Queria que fosse apenas um sonho
E talvez tentar sonhar com outra possibilidade
Não há alternativas no desespero
Não há escolhas se não há esperança
Quando somos escravos da angustia
Somos dominados pelo medo.

Me acorde, por favor, desse sonho e me abrace forte
Me diga que está aqui, que está aqui por mim.
Me acorde, por favor, desse pesadelo e segure forte a minha mão.
Se eu cair em pranto me afague
Se eu tremer de medo, me aqueça com o teu amor.

Não permita que o frio me congele
Não permita que as ilusões me engane
Sinto falta do teu riso
Sinto falta da silhueta da tua alma.

Esse pesadelo sem fim
Esse túnel sem luz
Quisera eu que tudo fosse um sonho
Você ainda estivesse aqui...

Nenhum comentário: