quinta-feira, 29 de maio de 2014

Ovelha desgarrada

Diz uma história antiga que quando uma ovelha se perde o pastor por ela procura
Diz uma história antiga que quando uma ovelha se perde as demais com ela se preocupa.
Pobre ovelha perdida, pobre ovelha desgarrada.
Longe do redil do pastor, longe de verdes pastagens.
O pastor não lhe procurou, e o redil não se importou.
Pobre ovelhinha perdida nas estepes e pradarias.
Por lobos e coiotes espreitada no deserto.
Sozinha e abandonada está à ovelhinha desgarrada.
Se perdeu porque era diferente das ovelhas do redil
Lã escura e olhos claros pela porta ela fugiu.
O pastor não deu falta e as outras ovelhas a ignoraram.
Desgarrada do rebanho está a ovelha afugentada.
Perdida no deserto, longe das belas pastagens.
Alimento para lobos e coiotes selvagens.
Naquela história antiga dizem que a ovelha se safou
Mas para o nosso poeta não foi assim que acabou.
A história traz a imagem da compaixão e do arrependimento.
Mas a ovelha desgarrada só conhece o sofrimento.
Ovelha, ovelhinha sozinha e abandonada.
Teu destino, triste sina.

É ser pelo lobo devorada.

Nenhum comentário: