segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Kenós

Me contaram uma estória deveras curiosa
De um menino que se interessava por coisas misteriosas
Um mistério é um poço cujo fundo não se vê
O menino descobriu no vazio um mistério pra valer.

O vazio atraia a atenção do menino
Que descobriu no vazio mundos infinitos
Possibilidades sem fim, no nada a criação
Força do vir-a-ser um mistério sem solução.

O menino passava horas a fio imaginando como seria o misterioso vazio
Inculcado com o nada descobriu mil caminhos
O vazio não é nada, é apenas vazio.
Mistério grandioso que revela o infinito.

No vazio o menino encontrou satisfação
Pois o infinito é possibilidade para encontrar a solução
O cheio está completo pronto e acabado
O vazio é horizonte é caminho a ser traçado
Se até no mistério pascal o vazio haveremos de elogiar
Pois, o Cristo se esvazia para poder nos salvar.

Esse menino inteligente viu o que só alguns conseguiram ver
A mística do vazio que nos faz crescer
Mergulhado no vazio até a onde a vista alcançar

Os segredos da vida espero encontrar.

Nenhum comentário: