sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Rosa Branca

Uma flor entre flores eu vi e encantado admirei.
Uma flor entre flores espécies diferentes um jardim diante dos meus olhos.
Uma rosa branca de perfume suave que toca suavemente o meu coração,
Tocando com delicadeza uma flor tomando-a pelas mãos,
Procurando o aroma da beleza e beijando-a com emoção.

Um beijo terno, como um beijo no coração
Um beijo singelo, como a flor que tem em suas mãos.
Um jardim inteiro não tem a sua delicadeza.
As flores mais sofisticadas não são páreo para a sua beleza.

Ó rosa branca, que enche o meu coração de ternura,
Toca me como toca as flores põe em mim a tua brandura.
Ó rosa belíssima, suave como as noites de verão,
Tu não sabes a alegria que trazes ao meu coração.

Ó rosa branca, esse poema é para ti
Que me encantou com a sua ternura
Sua beleza e doçura.
Ó rosa branca, pegue o meu coração,
Como segurastes a flor com delicadeza em tuas mãos.

Nenhum comentário: